• O que é: o processo de infusão a vácuo é um dos processos mais inovadores na indústria náutica. É um método que muitas vezes acaba sendo mais eficiente e prático do que o de laminação manual, por exemplo. Cada caso é um caso, barcos exigem processos e métodos de construção específicos dependendo de seu tamanho e utilização.
  • Onde se aplica: o método de infusão é o processo utilizado para a construção de barcos de alta performance e qualidade, podendo ser visto na fabricação de barcos pelos grandes estaleiros mundo a fora. É um método de escala industrial, e assim, requer estrutura e experiência para ser realizado.
  • Como é: no processo de infusão a vácuo, todo o material, espumas de PVC e tecidos são colocados secos no molde já pronto, e assim envolvidos por uma bolsa plástica de vácuo. Ao acionar a bomba de vácuo o ar sairá do plástico e a resina será transferida, através de mangueiras ligadas a um balde de resina, para dentro das camadas de fibra pela ação diferencial de pressão interna e externa.
  • Características mecânicas: os laminados fabricados pelo processo de infusão são mais resistentes que os laminados convencionais fabricados manualmente, visto que sua impregnação por entre as fibras chega a 60%, enquanto que na laminação manual atinge apenas de 20 a 30% do teor de fibra. Com o método de infusão, deixamos de lado problemas ambientais e de insalubridade, já que não há desperdício de material e não há contato direto entre o construtor e as resinas.
  • Vantagens da Infusão: construções de barcos por meio de infusão a vácuo utilizam invariavelmente o sistema sandwich, isso significa que eles apresentarão um maior isolamento térmico, fazendo-se econômico quando se pensar no uso de ar condicionado no barco e a energia produzida pelo sistema de geradores para alimentá-los. Outra economia a ser observada é a de resina e de fibras. Como não se toca na resina durante a laminação, somente durante a infusão para dentro do laminado, evita-se o desperdício. No caso das fibras, fato é que durante laminação manual muitas fibras acabam caindo no chão, ou ficam parcialmente impregnadas, sem que possam ser reaproveitadas, já no método de infusão, como a laminação é feita de forma seca, a fibra pode ser pré-cortada e ajustada no local com precisão.
  • Considerações: lanchas catamarã de alta performance exigem um processo construtivo que garanta muita resistência e baixo peso. Dentre os processos construtivos empregados na indústria náutica o processo de infusão a vácuo mostrou ser a melhor opção para se garantir os mais altos padrões de qualidade. << assista ao vídeo >>

Lanchas catamarã fabricadas por infusão a vácuo, processo em que todas as fibras são coladas em alta pressão com a quantidade exata de resina, o NOMAD fica MAIS FORTE e MAIS LEVE. Graças ao desenho de casco extremamente eficiente e a leveza do conjunto fabricado com os melhores materiais e métodos construtivos, os números de desempenho são surpreendentes. Como resultado tem-se um produto MAIS ECONÔMICO e com MAIOR AUTONOMIA. Casco e convés são construídos em material composto com núcleo em espuma de PVC e fibras direcionais com reforços adicionais nos pontos de maior esforço. Ao eliminar a madeira de peças estruturais tem-se um produto muito MAIS DURÁVEL, que manterá suas características de peso e resistência por muito mais tempo.